Como posso Deixar de Ser Consumista

O ato de Deixar de Ser Consumista para algumas pessoas pode parecer a morte, já que gastar dinheiro atoa se torna um hábito difícil de largar.

Para te ajudar a sair dessa elaboramos algumas posturas para você desenvolver diante ao consumismo e soltar-se dessas amarras que te impedem de realizar sonhos.

Mude suas atitudes para Deixar de Ser Consumista

Deixar de Ser Consumista está diretamente ligado a ter uma saudável relação com o nosso dinheiro, já que as compras por impulso podem acarretar dívidas diversas.

Além da falta de planejamento, as pendências aliadas a autossabotagem tendem a ser um dos maiores motivos que levam as pessoas a não economizar dinheiro.

Procure fazer uma mudança profunda no seu relacionamento com as finanças para que as recompensas venham abundantes junto de uma vida financeira mais plena e feliz.

Afinal, por que você compra tanto?

Estudiosos explicam que o excesso de consumo pode estar diretamente conectado a fatores emocionais, e é por isso que devemos fazer uma auto análise para Deixar de Ser Consumista e verificar qual buraco estamos querendo tapar com as compras, podendo ser por exemplo:

  • Sentir-se mais incluso em determinado meio;
  • Estar passando ou ter passado recentemente por um frágil momento na vida;
  • Busca incessante por prazer imediato.

Entendendo a razão pela qual compra excessivamente, você vai perceber a dimensão do que isso está causando, ou seja, o porque não está sobrando dinheiro no fim do mês enquanto as despesas só aumentam.

Passos leves para Deixar de Ser Consumista sem pavor

A partir desse momento se comprometa a levar consigo algo para anotar todos os seus gastos, incluindo os mínimos, pois assim você conseguirá se organizar através dos cálculos dos custos e planejar o quanto vai economizar.

Encare as compras parceladas como se fossem compras à vista quando for elaborar sua planilha de gastos para ir diminuindo a parcela nos meses seguintes até quitar todas.

Na verdade, o correto é que você pare agora de usar o cartão de crédito porque para as pessoas consumistas ele vira uma armadilha em mãos.

Então considere seu uso somente para emergências e comece a sair com dinheiro, já que segundo pesquisas quando fazemos compras em espécie gastamos cerca de 30% a menos do que se fizéssemos pelo cartão.

Pense a longo prazo e não apenas no presente

Visualize o futuro para cortar alguns gastos a fim de atingir posteriormente os seus objetivos, dessa forma você administra melhor as suas vontades e trabalha o auto controle avaliando se é realmente importante comprar o objeto de desejo agora.

Falando em cortar despesas, reflita se certas coisas você não consegue fazer você mesmo em casa, como as unhas ou a faxina.

Voltando a parte em que você se policia, quando tiver impulso de comprar alguma coisa desnecessária aguarde três dias porque assim a vontade vai passar e até mesmo ser esquecida.

Leia também:

Seguro INSS Para Pescadores

Cartão de Crédito Banco Original

Aprenda de uma vez por todas a se livrar do consumismo

Esqueça os fast foods, restaurantes e disk entregas para não ferrar o seu orçamento mensal adquirindo o costume de cozinhar em casa (refeições saudáveis, tudo bem?).

Quando for fazer as compras do mês no mercado, leve uma lista previamente escrita e estudada por você para não entrar em ciladas no meio de tantos corredores convidativos.

Por fim, comece a poupar uma parte do seu salário todo início de mês para investir e não correr o risco de gastar tudo que sobra com coisas inúteis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.