Conheça os cartões digitais Digio e Nubank

Você conhece os cartões de crédito digitais Digio e Nubank? Neste artigo separamos as principais vantagens e desvantagens de cada um para te auxiliar na hora de escolher qual solicitar. 

Nos últimos anos podemos perceber que o mercado financeiro está se tornando cada vez mais digital. Essa tendência nada mais é que parte da necessidade das pessoas de levarem uma vida mais rápida, simples e menos burocrática.

Pensando nessa proposta de descomplicar a vida dos clientes, algumas startups como o Digio e Nubank inovaram ao lançar seus cartões de crédito que prometem oferecer um serviço 100% digital.

Conheça agora os cartões de crédito Digio e Nubank:

Cartão de crédito digital:

A principal diferença dos cartões de crédito Digio e Nubank para os cartões de crédito convencionais é a livre burocracia. Para ter acesso a qualquer um deles, você não precisa assinar nenhum tipo de papel, ir a nenhum estabelecimento físico ou enfrentar filas.

Você pode solicitar, fazer transações, tirar e conferir extratos, tudo isso sem sair de casa. A única exigência? Ter um smartphone.

Além disso, eles não cobram mensalidade, nem anuidade. E também não é preciso ter conta em banco. Quando você faz a solicitação do cartão a comunicação é direta de você, com a empresa, sem a necessidade de terceiros, o que torna tudo mais fácil.

Como funciona o cartão de crédito Digio?

O cartão de crédito da Digio oferece além de todos esses diferenciais o fim da cobrança dos juros rotativos. Ao invés disso, eles oferecem o parcelamento da fatura em até 12 vezes, com o objetivo de simplificar e ajudar ainda mais seus clientes.

Para ter acesso ao cartão, entre no site, preencha o cadastro e aguarde 15 dias. Uma análise será feita e após esse período, se aceito, o usuário pode dar continuidade ao pedido.

Os cartões da Digio são destinados para maiores de 18 anos, e para pessoas que não possuem irregularidades na Receita Federal ou que não estejam com o nome negativado.

Vantagens e Desvantagens do Cartão Digio:

A empresa trabalha com a bandeira Visa Internacional e ao contrário da sua concorrente, possui uma taxa de R$4,99 chamada Avaliação Emergencial de Crédito (Overlimit), que é cobrada quando o cliente pede um aumento repentino no limite do cartão.

A empresa oferta somente a modalidade de crédito, mas oferece o DigioCash, um serviço onde os clientes conseguem transferir parte do limite do cartão direto para sua conta corrente ou poupança de outro banco e o pagamento pode ser parcelado em até 12 vezes.

As taxas praticadas pela Digio costumam ser mais baixas do que o tradicional no mercado, variando de 3,99% a 10,99% ao mês. Para parcelamento de fatura a porcentagem é de 8,90% mensal.

Caso o cliente não pague a fatura os preços praticados são os juros remuneratórios baseados nos dias de atraso, sendo 10,99% ao mês, acrescidos de uma multa de 2% também ao mês.

Como funciona o cartão de crédito do Nubank?

O Nubank não possui vínculo com qualquer tipo de banco, e é destinado também a maiores de 18 anos, que residam no Brasil.

A solicitação do cartão é feita através do seu site, ou por meio de indicação de amigos que já possuam o cartão. Quando o cliente requer o serviço passa por duas etapas. A primeira é uma análise tanto de cadastro quanto de crédito.

Se aprovado, o usuário recebe através do e-mail a permissão para dar continuidade ao processo. Fotos e assinaturas digitais são alguns dos itens requeridos no momento de preencher os dados.

Assim que o preenchimento é concluído, a empresa da o prazo de 15 a 30 dias, dependendo da região, para a entrega do cartão.

Vantagens e Desvantagens do Cartão Nubank:

Já o Nubank tem a bandeira do cartão MasterCard Internacional e diferentemente da Digio, cobra juros de crédito rotativo de 2,75% a 14,00% ao mês.

Recentemente a empresa passou a oferecer um programa de fidelidade que permite a troca de pontos por descontos em passagens aéreas, restaurantes e diárias em hotéis. Porém, para ter acesso ao benefício o cliente tem de pagar uma taxa mensal de R$19,00.

Outro serviço que passou a ser oferecido é a funcionalidade débito, onde o cliente pode sacar dinheiro em bancos 24 horas. Não existem taxas de manutenção ou transferência, mas a cada saque realizado é cobrado um total de R$6,50.

O Nubank trabalha com valores de 0,99% a 13,75% ao mês para juros de parcelamento das faturas, e em caso de atraso no pagamento das mesmas é cobrado 2% de multa, mais juros que variam de 1,99% a 15,00% ao mês, acrescidos de 1% de mora ao mês.

Digio e Nubank, qual cartão de crédito é o melhor para mim?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os cartões Digio e Nubank, faça uma análise e veja qual das empresas possui mais vantagens ou atende melhor as suas necessidades.

Se você tem o costume de parcelar faturas, por exemplo, a Digio pode ser a melhor escolha, pois não existe a cobrança dos juros rotativos, e o parcelamento da fatura pode ser feito em até 12 vezes.

Mas se você tem a necessidade de alterar o limite do cartão com mais frequência, de acordo com seus gastos mensais, o Nubank pode ser uma boa escolha, já que promete não cobrar taxas para alteração de limite.

Leia também: 

Cartão de Crédito Tim 

Empréstimo Pessoal Nubank

Confira com cuidado e compare as taxas de uma empresa para outra, veja quais itens você sente mais necessidade de ter, e faça sua decisão com base no que é mais vantajoso para você. 

Através desse artigo esperamos ter te auxiliando sobre os cartões Digio e Nubank e sobre qual modelo melhor se encaixa em seu dia a dia financeiro. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *